Investigador doutorado para Departamento de Monitorização e Diagnóstico

DESCRIÇÃO DA OFERTA:

Investigador doutorado para o Departamento de Monitorização e Diagnóstico de Pragas e Doenças do Laboratório Colaborativo “InnovPlantProtect – Associação”. Doutoramento em Geografia, Ciência de Dados, Ciências da Computação, Engenharia Informática, Engenharia Agronómica ou Ciências do Ambiente.

Procuramos um investigador doutorado altamente motivado, na área da deteção de dados remota, com excelentes capacidades de trabalho em equipa.

Principais responsabilidades:

Este investigador reporta diretamente ao Diretor do Departamento de Monitorização e Diagnóstico de Pragas e Doenças do InnovPlantProtect e terá as seguintes responsabilidades:

  • Integrar uma equipa multidisciplinar com vista ao desenvolvimento, instalação e ativação de soluções geoespaciais para a deteção, controlo e monitorização de pragas e doenças em culturas mediterrânicas;
  • Identificar os dados essenciais e mais adequados para análise geoespacial; participar na recolha, pré-processamento e processamento de dados (incluindo a aquisição de imagens de drone); garantir a qualidade dos dados ao longo de todo o processo;
  • Preparar e publicar mapas digitais de qualidade, com os metadados apropriados;
  • Desenvolver e construir modelos geoespaciais que empreguem, quando possível, técnicas de aprendizagem máquina (machine learning);
  • Construir pipelines de dados que podem envolver a integração de diferentes plataformas analíticas;
  • Contribuir com ideias de projetos para melhorar e expandir o portefólio de serviços de dados geoespaciais da equipa.

Requisitos específicos:

  • Doutoramento em Geografia, Ciência de Dados, Ciências da Computação, Engenharia Informática, Engenharia Agronómica ou Ciências do Ambiente
  • Três anos de experiência comprovada
  • Conhecimento e competências em técnicas, tecnologias e metodologias geoespaciais, nomeadamente aplicadas à deteção remota de dados
  • Competências demonstráveis em gdal, python e R
  • Conhecimentos de ambientes Linux
  • Autodidata, automotivado, curioso e team player
  • Fluência em inglês, falado e escrito

Prazos:

Este concurso está aberto até 15 de dezembro, com decisão prevista para 20 de dezembro de 2021.

A candidatura deve ser enviada:

Ao cuidado do Diretor Executivo do Laboratório Colaborativo InnovPlantProtect, Professor Doutor Pedro Fevereiro (inpp@iplantprotect.pt).


Para se candidatar a esta posição, os seguintes documentos devem ser enviados num único documento PDF:

– Curriculum vitae (CV)

– Carta de motivação

– Declaração de honra sobre como os dados declarados no CV são verdadeiros.

(Se o diploma não tiver sido obtido numa Instituição de Ensino Superior Portuguesa, a acreditação pelo Estado Português terá de ser entregue – Reconhecimento de Grau e Diploma | DGES)

→ Não deixe de consultar https://euraxess.ec.europa.eu/jobs/713860.


↓ Clique ↓ veja e subscreva a nossa newsletter: